Conheça 5 destinos no mundo com pontos de Wi-Fi grátis - Revista By

Conheça 5 destinos no mundo com pontos de Wi-Fi grátis

Essas cidades se mostram como boas opções para os freelancers que querem viajar enquanto trabalham.

Com o crescimento de trabalhos online e na modalidade freelancer, ficou mais fácil poder realizar um job de qualquer lugar no mundo. É só garantir que seu computador ou smartphone esteja conectado à uma rede de Internet que está tudo certo! Com esse acesso garantido basta manter o foco e ficar atento aos prazos de entrega.

Nesta época do ano, muitas pessoas tiram férias e aproveitam para conhecer lugares incríveis pelo Brasil e pelo mundo. Não pense que isso é somente um privilégio de quem está no recesso. Profissionais freelancer também podem desfrutar de bons passeios, ao mesmo tempo em que estão trabalhando.

Pensando nisso, o Freelancer.com, maior plataforma do mundo de freelancer e crowdsourcing do mercado em número de usuários e trabalhos publicados, lista 5 cidades pelo mundo que oferecem diversos pontos de internet rápida gratuita, para quem quer trabalhar em locais inspiradores!

 

São Paulo, Brasil

A cidade conta com diversos pontos espalhados pelas praças e espaços públicos. Foto by Divulgação

 

Considerada uma das maiores e mais pulsantes metrópoles do mundo, São Paulo possui boas opções de internet gratuita para os freelancers. Há diversos espaços públicos que oferecem conexões Wi-Fi abertas, para quem quiser desfrutar de um passeio e ainda conseguir realizar os seus trabalhos. Entre eles estão a Biblioteca de São PauloCentro Cultural São PauloSesc PinheirosMemorial da América Latina e Biblioteca Mário de Andrade.

Além desses locais, o município ainda conta com um programa chamado Wi-Fi Livre, que oferece diversos pontos de conexão pela cidade, situados nas principais praças. São, atualmente, 120 locais com acesso livre à internet. Há planos, segundo divulgado pela Prefeitura no início de dezembro, de ampliar esse número para 330 até o ano que vem. Ou seja, uma boa pedida para os freelancers que querem trabalhar fora de casa.

Paris, França

Em Paris, os freelancers podem desfrutar de Wi-Fi gratuito em espaços mundialmente famosos, como o Museu do Louvre. Foto by Divulgação

 

Conhecida como uma das cidades mais românticas do mundo, Paris pode ser um bom destino para os profissionais que não querem deixar de viajar, mesmo tendo demandas de trabalho. Imagine poder trabalhar em uma das lindas praças da capital francesa, com uma vista da magnífica Torre Eiffel? E isso é muito possível, já que a cidade conta com 260 pontos de Wi-Fi abertos, situados em praças, bibliotecas, museus e espaços públicos.

Para saber onde encontrar esses lugares com acesso à internet, é só procurar por uma placa de sinalização do ponto. Ou então, procurar a rede PARIS_WI-FI_, geralmente seguida de uma numeração de identificação.

Perth, Austrália

A cidade de Perth oferece uma das melhores redes de Wi-Fi do mundo. Crédito by Divulgação

 

Apesar de ser um destino não muito conhecido pelos viajantes, a cidade de Perth, que fica na costa oeste da Austrália, se mostra como um bom lugar para se manter conectado. Isso porque o município possui um dos melhores sistemas de Wi-Fi gratuito do mundo, cobrindo praticamente toda a área central. Por lá, não há limite de tempo para usar a rede, porém é preciso se reconectar a cada hora de uso.

Perth é uma das cidades mais populosas da Austrália, com mais de 1,6 milhões de habitantes. Por isso oferece diversas opções de entretenimento para curtir, após o freelancer terminar o seu serviço. Ou se quiser pode até aproveitar uma praia enquanto trabalha, já que há redes de Wi-Fi gratuito na costa urbana da cidade!

Seul, Coreia do Sul

A capital da Coreia do Sul oferece mais de 5 mil pontos de Wi-Fi. Crédito: Divulgação

 

Para quem quiser fazer uma viagem mais longa, o melhor destino com Wi-Fi gratuito é Seul, na Coreia do Sul. Por lá existem mais de 5 mil pontos espalhados pelos espaços públicos, dando à cidade o título de mais conectada do mundo. Uma ótima dica para os freelancers.

Além da rede oferecida pelo governo local, há também a possibilidade de se conectar em pontos de internet gratuita privados, como em restaurantes e cafés. Nada melhor do que trabalhar em um ambiente diferente e conhecer uma cultura tão diversa, não é mesmo?!

Nova York, Estados Unidos

 

 

Fonte by SEVEN PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *