Costura anamórfica by Iris van Herpen

costura anamórfica em 3D de Iris van Herpen utiliza técnicas de corte a laser e traz uma coleção inspirada em elementos celestes.

Descrita como uma “evolução da forma humana”, a mais recente coleção de alta costura de Herpen, intitulada “Shift Souls”, apresentada no Palais des Beaux-Arts em Paris, apresenta dezoito looks em camadas dissecadas e volumosas.

Sua abordagem experimental nos traz uma coleção de peças impressas em 3D, cortadas a laser e definidas por algoritmos. Os volumes são feitos de sedas tingidas em graduação de tons e em multicamadas. Essas formas esculturais criadas dão vida à pássaros híbridos de diferentes de cores, como criaturas mitológicas. Herpen optou por uma paleta multifacetada de ocre, roxo e índigo. A inspiração adicional veio do artista de Nova York e ex-engenheiro da NASA, Kim Keever, com quem van Herpen colaborou em um vestido que parecia uma nuvem.

Para o final do desfile, Iris van Herpen, em colaboração com o artista contemporâneo Nick Verstand, subdividiu o espaço usando luzes, revelando um sonho de nuvens. Nos bastidores ela revelou que está trabalhando em uma grande exposição para um local não revelado em Paris para 2020. A designer também está trabalhando em um novo livro e está em fase de conclusão de seu primeiro grande projeto de arquitetura, um museu de história natural localizado na Holanda.

Fotos by Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *