Goldsmith Street by Mikhail Riches

A Goldsmith Street é um projeto de habitação social de alta densidade Passivhaus (um padrão internacional de desempenho energético destinado a reduzir drasticamente a necessidade de aquecimento e resfriamento de ambientes), do arquiteto Mikhail Riches, em Norwich, na Inglaterra. O projeto está pré-selecionado para o Prêmio Stirling deste ano.

Localizado perto do centro da cidade, o conjunto habitacional agrega 105 habitações em terraços projetadas para serem uma alternativa acessível de alta densidade aos blocos de apartamentos. E, para atender as especifiações Passivhaus e maximizar os ganhos energéticos, cada casa está voltada para o sul.

O complexo compreende sete blocos de terraços dispostos em quatro linhas, contendo um total de 45 casas e 60 apartamentos, em uma área de menos de um hectare. Como a quantidade de moradias foi solicitada pelo programa de necessidades do projeto, a ideia de criar um esquema solar que levou o arquiteto a projetar os terraços, e para isso os prédios precisavam ser baixos para evitar a ofuscação. Para conseguir isso, enquanto atendia à quantidade de moradias solicitada, Riches se baseou em uma área habitacional de alta densidade chamada Triângulo Dourado – um bairro de casas vitorianas a cinco minutos do local. Segundo o arquiteto, ao imitar os padrões de ruas, foi possível conseguir significativamente mais casas para o complexo, sendo que dentro dos limites de local, conseguiram encaixar quatro terraços lineares leste-oeste.

Para funcionar como um jardim comum e compartilhado, um beco atravessa o centro do esquema de casas, permitindo uma área de recreação segura para as crianças. Existem outras duas áreas de lazer com um belo paisagismo.

Para atender ainda mais os requisitos Passivhaus, Mikhail criou diversas outras práticas para melhorar ainda mais os gastos energéticos do complexo:

– Cada parede tem mais de 600 milímetros de espessura e os telhados são posicionados a 15 graus para maximizar o ganho solar, garantindo que cada terraço não bloqueie a luz do sol das janelas da fileira atrás.

– As janelas também apresentam brise-soleils de malha de alumínio que fornecem sombreamento solar.

– Paleta de materiais de tijolos de barro leitosos de cor creme e azulejos pretos brilhantes nos telhados que ecoam os materiais de construção encontrados em Norwich, e paredes curvas em cada canto para disfarçar as escadas internas e também levar os visitantes às ruas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *