Calçados sustentáveis by Zouri

A marca de calçados Zouri utiliza lixo do oceano para confeccionar sandálias e tênis. O projeto surgiu em 2017 na cidade de Guimarães e os calçados são todos 100% produzidos em Portugal.

Adriana Mano, criadora da marca, se preocupa também com questões éticas e ambientais e por esses motivos, não usa qualquer tipo de produto de origem animal. Sua ideia surgiu a partir de sua paixão pelo mar e o meio ambiente, além do sonho de limpar os oceanos.

Por meio de um crowdfunding, Adriana lançou o calçado sustentável que surge, então, do plástico recolhido nas praias. Entretanto a jornada não foi fácil, pois um dos primeiros passos foi conversar com a Universidade do Minho, para conseguir credibilizar o projeto e, posteriormente, convencer Câmaras a entrar na parceria.

O calçado incorpora cerca de 30% de plástico para 70% de borracha natural, o que equivale à seis garrafas de plástico, por cada par de ténis ou sandálias. Foi escolhida a borracha natural porquê é o material mais sustentável para fazer solas e tem um impacto ambiental menor. O resto do calçado é feito à base da folha do ananás, que é muito resistente.

O objetivo é atingir um público que está sensibilizado para as questões ambientais e, principalmente, um público vegano, uma vez que não há uma oferta muito grande de calçados veganos com design apelativo.

Fotos by Zouri © Mariana Gomes / Semanário V

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *