Desaparecendo by Liu Bolin

O fotógrafo e artista chinês Liu Bolin demonstra sua vontade em simplesmente desaparecer em suas interessantes obras.

A vila de Suo Jia Cun foi considerada a maior comunidade artística da Ásia durante a Revolução Cultural Chinesa, entretanto teve seus cem estúdios fechados, incluindo o que Liu trabalhava como assistente de escultor. E como uma silenciosa resposta, os artistas locais começaram a criar mais e mais obras de arte. Se Bolin não podia viver na cidade que gostava, decidiu esconder-se.

Sua série “Escondido na cidade”, em que o Bolin criticava o governo chinês, ao mesmo tempo que escolhia locais reconhecíveis da cidade para não ser reconhecido. Segundo o artista, desaparecer não é o ponto principal de seu trabalho e sim o método que ele usa para passar uma mensagem. Liu passou a utilizar seus métodos de invisibilidade para acompanhar os acontecimentos do mundo e manifestar sua opinião, sejam eles de esfera social, como o atentado terrorista ao jornal francês Charlie Hebdo no ano de 2015, – ou ambientais, como o descarte de toneladas de lixo em Bangalore, na Índia e o derretimento dos glaciares na Islândia.

Fotos by Liu Bolin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *